(64) 3465-1133

  • Início
  • Acesso à Informação
  • Notícias
  • Contato
  • História do Município

    Urutaí integra o grupo de municípios goianos que cresceram em função da construção da estrada de ferro. A passagem dos trilhos atraiu inúmeras famílias para trabalhar como funcionários e operadores da ferrovia. A inauguração da estação no município, em 15 de novembro de 1914, intensificou a ocupação em torno do prédio. Na fase inicial, contribuíram também migrantes vindos dos Estados de Minas Gerais e São Paulo e da região Nordeste do País. No ano seguinte, ao redor da estação, avistavam-se com facilidade casas em que moravam os ferroviários e lavradores. Também já se erguiam depósitos para armazenamento de mercadorias.
    Outro fator que contribuiu bastante com a ocupação foi a criação pelo governo da Fazenda Modelo, onde hoje é a sede da Escola Agrotécnica Federal de Urutaí. Não demorou muito para que o pequeno arraial fosse elevado à categoria de vila. Em 15 de junho de 1915, a localidade passou a distrito. Mais tarde, o título foi revogado. Só em 22 de outubro de 1917, pela Lei Municipal nº 100, foi de fato consolidado tal status. Pela Lei Estadual nº 45, de 15 de dezembro de 1947, foi criado o município de Urutaí, desmembrado de Ipameri.
    Pela Lei Estadual nº 707, a cidade passa a ser definida como comarca de primeira entrância, categoria que a caracteriza até hoje.
    Gentílico: urutaíno
        A lenda do nome de Urutaí foi originada apartir do final da década de 30, no apogeu nacionalista do estado novo getulista. Segundo o historiador Ubiratan Galli, a lenda têm origem nas tropas de boiada e carreteiros que paravam para descansar e alimentar na região de Urutaí. Como jogavam restos de carne e ossos, os urubus vinham alimentar e estas pessoas falavam "o urubu tá ai".
           Segundo o folclorista Bariani Ortêncio, o nome da lenda deriva da língua indígena que quer dizer " rio dos urutaus" ou "pássaro noturno que vooa a natureza".
    Obs: Não há registro em livros sobre pessoas que escreveram sobre a lenda, somente em trabalhos monográficos pela Universidade Estadual de Goiás.
    Formação Administrativa
    Distrito criado com a denominação de Uruthaí, pela lei municipal nº 100, de 22-10­1917, subordinado ao município de Ipameri.
    Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Urutahí figura no município de Ipameri.
    Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII­1937.
    Elevado à categoria de município com a denominação de Uruthaí, pela lei estadual nº 45, de 15-12-1947, desmembrado de Ipameri. Sede no antigo distrito de Urutaí, ex-­povoado. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1949.
    Pela lei estadual nº 141, de 16-09-1948, o município de Uruthaí teve sua grafia alterada para Urutaí.
    Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito Sede.
    Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.
    Ratificação de grafia
    Uruthaí para Urutaí alterado, pela lei estadual nº 141, de 16-09-1948.

    Fonte

    IBGE